Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portucel nega participação em consórcio para porto uruguaio de águas profundas

A Portucel não vai integrar o consórcio espanhol responsável pela construção de uma mega-infraestrutura no porto uruguaio de águas profundas de La Paloma. A empresa negou a notícia que a dava como participante no projecto, divulgada no início da semana pelo "Periodista Digital" e citada pelo Negócios.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2009 às 17:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A Portucel não vai integrar o consórcio espanhol responsável pela construção de uma mega-infraestrutura no porto uruguaio de águas profundas de La Paloma. A empresa negou a notícia que a dava como participante no projecto, divulgada no início da semana pelo "Periodista Digital" e citada pelo Negócios.

O investimento, no valor de 1.200 milhões de dólares, será liderado pela espanhola Benel e, segundo aquele jornal, a Portucel seria uma das empresas interessadas, segundo a mesma fonte.

“A Portucel é uma das empresas que farão parte do consórcio que vai concorrer à licitação. Será depois o governo que determinará a adjudicação”, declarou o representante da Benel, Julián Roa Haro, citado pelo “Periodista Digital”.

O projecto contempla o desenvolvimento de um porto multimodal, com um terminal celulósico, outro para granéis, uma central regasificadora e talvez um terminal para minerais, avançou o mesmo responsável.

Ver comentários
Outras Notícias