Turismo & Lazer Portugal bate novo recorde com 12,76 milhões de turistas em 2018

Portugal bate novo recorde com 12,76 milhões de turistas em 2018

Portugal recebeu 12.762.532 turistas estrangeiros em 2018, atingindo um novo recorde. Apesar disso, os números mostram que o turismo nacional travou a fundo em 2018.
Portugal bate novo recorde com 12,76 milhões de turistas em 2018
Vítor Mota
Tiago Varzim 14 de fevereiro de 2019 às 11:12
O turismo português pode celebrar mais um recorde: o número de turistas estrangeiros cresceu 0,4% face a 2017, atingindo um novo recorde. Ao todo, Portugal recebeu 12,76 milhões de turistas estrangeiros em 2018, acima dos 12,71 milhões registados no ano transato. Os dados foram divulgados esta quinta-feira, 14 de fevereiro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Apesar de ter alcançado um novo recorde, 2018 foi um ano de travagem no dinamismo do turismo, pelo menos do lado da procura externa. O número de turistas estrangeiros que chegaram a território nacional cresceu 0,4%, uma subida tímida face à subida de 12% que se tinha registado em 2017 (face a 2016).

Agregando turistas residentes com os não residentes, Portugal ultrapassou pela primeira vez a marca de 21 milhões de turistas (hóspedes), o que reflete um crescimento de 1,7% face ao ano anterior. Em 2017, o turismo português tinha superado os 20 milhões de turistas pela primeira vez. 

A contribuir de forma decisiva para este desempenho em 2018 do turismo nacional esteve a dinâmica do mercado interno: o número de turistas residentes cresceu 3,9%, superando os oito milhões de hóspedes (8,3 milhões). O ritmo de crescimento foi inferior ao de 2017 (4,8%), mas a travagem foi menor do que a dos não residentes. 

Em termos brutos, o número de turistas não residentes aumentou 51 mil ao passo que o número de turistas residentes subiu 308,7 mil em 2018, face a 2017. Em termos de regiões, no caso dos residentes, o maior crescimento registou-se no Algarve (9,9%). No caso dos não residentes registaram-se quedas no Algarve, Madeira, Açores e Centro.

No entanto, o próprio INE nota que "considerando a evolução das dormidas na hotelaria nos últimos anos, constata-se que entre 2008 e 2018 as dormidas de residentes cresceram 28,2% e as de não residentes aumentaram 56,1%". Ou seja, apesar da evolução contrária em 2018, não há dúvida de que na última década foram os turistas estrangeiros a puxar pelo turismo de Portugal.

Dormidas e estada média dos estrangeiros registam queda, mas proveitos aumentam
Em 2018, o número de dormidas de não residentes baixou 2% assim como a estada média (-2,4%) para 3,2 noites, um desempenho que contrastou com o aumento desses indicadores nos turistas residentes (5% nas dormidas e 1,1% na estada média).

Por tipo de estabelecimento, as dormidas caíram nos hotéis-apartamento e nos outros alojamentos turísticos, tendo crescido nas restantes categorias.

Apesar disso, o rendimento médio por quarto disponível evoluiu de forma positiva, tendo os proveitos totais nos estabelecimentos hoteleiros superado os 3,6 mil milhões de euros, mais 6% face ao ano anterior. Esta evolução representa uma travagem face ao aumento de 16,8% dos proveitos totais registado em 2017.

Mercado britânico e alemão registam quedas
Já se antecipava uma queda do Reino Unido e esta concretizou-se: as dormidas de hóspedes britânicos diminuíram 7,5% em 2018, perdendo quota de mercado. Apesar disso, o mercado britânico continua a ser o mais relevante para o turismo nacional.

O segundo maior mercado, o alemão, também registou uma queda (-4,3% em 2018). O quarto maior mercado, o francês, desceu 2,7%. Juntam-se ainda as quedas de países com menor emissão de turistas como a Polónia (-15,4%), a Holanda (-11,4%) e a Dinamarca (-7%). 

No total, o número de dormidas de não residentes caiu. Mas houve mercados que ampararam essa queda. É o caso de Espanha - o terceiro maior mercado - em que as dormidas subiram 1,9% e do Brasil que registou um crescimento de 9,4%. O mercado norte-americano subiu 19,9%. 


(Notícia atualizado às 12h29)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI