Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal negoceia aviões russos em troca de dívida

O Governo português está a negociar com a Federação Russa a aquisição de dois aviões pesados Beriev 200 para o combate aos incêndios, bem como de 10 helicópteros, disse hoje na Rússia, o subsecretário de Estado da Administração Interna.

Sílvia de Oliveira 21 de Outubro de 2005 às 17:37

O Governo português está a negociar com a Federação Russa a aquisição de dois aviões pesados Beriev 200 para o combate aos incêndios, bem como de 10 helicópteros, disse hoje na Rússia, o subsecretário de Estado da Administração Interna.

Fernando Rocha Andrade explicou que este investimento do Estado em meios de combate a incêndios será acordado com o Governo russo, como contrapartida de uma dívida ao Estado português no valor de 100 milhões de dólares.

Segundo este responsável, essa dívida é antiga e remonta ao período da ex-União Soviética. O objectivo destas negociações é que seja essa dívida a suportar, no todo ou em parte, o investimento do Estado português na aquisição dos B-200, bem como dos 10 helicópteros. O valor de mercado dos dois aviões é aproximadamente de 56 milhões de euros.

Fernando Rocha Andrade explicou que caso não seja possível chegar a um acordo com a Federação Russa, será lançado um concurso público internacional para a compra deste material, tal como aliás tinha anunciado o ministro da Administração Interna, António Costa. Nesse caso, a empresa russa irá concorrer em iguais circunstâncias com os outros fornecedores, um dos quais é a Canadair.

Outras Notícias
Publicidade
C•Studio