Transportes Portugal vai receber 423 milhões para projectos nos transportes

Portugal vai receber 423 milhões para projectos nos transportes

Os 28 Estados-membros aprovaram esta sexta-feira o financiamento de 6,7 mil milhões de euros para um total de 195 projectos no âmbito do Mecanismo Interligar Europa.
Portugal vai receber 423 milhões para projectos nos transportes
Miguel Baltazar
Negócios 08 de julho de 2016 às 16:24

A ligação ferroviária Pampilhosa - Vilar Formoso, da linha da Beira Alta que integra a ligação Aveiro – Vilar Formoso, do Corredor Atlântico, vai receber quase 376 milhões de euros de financiamento ao abrigo do Mecanismo Interligar a Europa (CEF na sigla inglesa), sendo um dos 195 projectos no sector dos transportes aprovados esta sexta-feira pelos 28 Estados-membros.

No total, os projectos seleccionados pela Comissão Europeia receberão 6,7 mil milhões de euros de financiamento, estando destinados a Portugal 423 milhões para um total de 17 projectos, oito apresentados individualmente pelo país, no total de 393 milhões, e os restantes em conjunto com outros Estados-membros.

Para estudos e obra na ligação Pampilhosa-Vilar Formoso está destinada a maior fatia, representando uma comparticipação de quase 69% dos 576 milhões de euros de investimento previsto.

A União Europeia rejeitou co-financiar a construção da ligação Aveiro–Mangualde, um investimento de mais de 600 milhões, que Portugal também candidatou ao CEF, sendo que o projecto voltará a ser candidatado na próxima chamada à apresentação de projectos.

Estão ainda destinadas verbas muito mais pequenas para outros projectos, como o relacionado com a implementação de estações de abastecimento de GPL em diferentes áreas metropolitanas, entre Portugal e Espanha ( pouco mais de mil milhões), projectos no Douro (quase 11 milhões de euros), uma iniciativa integrada no céu único europeu (cerca de 1,5 milhões) e outra de estudos das acessibilidades rodoferroviárias ao porto de Leixões (750 mil euros). 

Para estudos para o corredor ferroviário Sines/Setúbal/Lisboa-Caia, outro dos eixos considerados prioritários pelo Governo, está destinado um financiamento de quase 2,5 milhões de euros.

Em comunicado, a Comissão Europeia diz prever que o investimento agora aprovado libertará um cofinanciamento suplementar, público e privado, num montante total combinado de 9,6 mil milhões de euros.

"Os projectos seleccionados contribuirão nomeadamente para a digitalização e a descarbonização dos transportes, em consonância com a agenda política mais alargada da Comissão", sublinha ainda.

(Notícia actualizada às 17:08 com mais informação)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI