Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portuguesa DefinedCrowd destaca-se da multidão na IA e angaria 50,5 milhões

A DefinedCrowd recebeu um novo financiamento para poder melhorar a sua tecnologia de inteligência artificial, mas também para lançar novas solução e apostar na expansão global. A empresa está a contratar, também em Portugal.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 26 de Maio de 2020 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A start-up portuguesa DefinedCrowd, que se dedica à recolha de dados para inteligência artificial, angariou 50,5 milhões de dólares – cerca de 46 milhões de euros – na última ronda de financiamento, nos Estados Unidos.

A DefinedCrowd realça que esta é a quantia mais elevada que já foi angariada em território norte-americano por uma empresa de inteligência artificial fundada por uma mulher.

Entre os investidores há dois novos nomes: a Hermes e a Semapa Next. Contudo, muitos antigos "apoiantes" reforçaram o financiamento. É o caso da EDP Ventures, Portugal Ventures, Evolution Equity Partners, Kibo Ventures, Bynd Venture Capital e IronFire Ventures. Já entre os investidores de longo prazo estão o Amazon Alexa Fund, Sony Innovation Fund e Mastercard.

No caso da Semapa Next, a empresa justifica o interesse na DefinedCrowd com a "rapidez" que a start-up tem mostrado a "resolver o problema mais premente da inteligência artificial", isto é, "a necessidade de aceder continuamente a dados muito precisos". Um dos investidores "repetentes", a Evolution Equity Partners, aponta a qualidade da tecnologia, a garantia de rapidez na entrega e a reputação global de ser uma "fonte de confiança".

Os novos fundos, que chegam numa ronda de série B, vão ser investidos não só no desenvolvimento da tecnologia já existente, como também no lançamento de uma nova solução baseada em subscrições e na expansão global. Desta forma, a CEO e fundadora, Daniela Braga, afirma que a empresa está encaminhada para atingir uma expansão na ordem dos três dígitos em 2020.

As verbas vêm ainda permitir uma duplicação do número de empregados e a abertura de novos escritórios até ao final do ano. O objetivo é chegar aos 500 trabalhadores este ano, dos quais 320 deverão distribuir-se pelos escritórios de Lisboa e do Porto.

Esta ronda acontece depois de um ano de conquistas para a DefinedCrowd, que diz que em 2019 aumentou "significativamente" a base de clientes que constam da lista das 500 maiores empresas americanas, a Fortune 500. No mesmo ano, em comparação com 2018, as receitas cresceram 176% e o número de trabalhadores disparou 656%.

"A procura por produtos de inteligência artificial está a aumentar exponencialmente em quase todas as indústrias e geografias. Com o nosso talento, recursos, clientes de renome e valiosos investidores, estamos no bom caminho para atingir o nosso propósito de nos tornarmos a melhor empresa de dados para inteligência artificial do mundo", acredita Daniela Braga.   

Ver comentários
Saber mais DefinedCrowd IA Estados Unidos Semapa Next Evolution Equity Partners Daniela Braga economia negócios e finanças tecnologias de informação
Mais lidas
Outras Notícias