Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prada contrata Goldman, Intesa e UniCredit para IPO de 5 mil milhões

A Prada contratou a norte-americana Goldman Sachs e os italianos Intesa Sanpaolo e UniCredit para preparem a oferta pública inicial (IPO) da casa de moda de Milão, que poderá ficara avaliada em 5 mil milhões de euros. A estreia no mercado de capitais deve

Paulo Moutinho 20 de Dezembro de 2007 às 10:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Prada contratou a norte-americana Goldman Sachs e os italianos Intesa Sanpaolo e UniCredit para prepararem a oferta pública inicial (IPO) da casa de moda de Milão, que poderá ficar avaliada em 5 mil milhões de euros. A estreia no mercado de capitais deverá acontecer durante o próximo ano.

A proposta de colocação em bolsa dependerá "das condições do mercado", afirma empresa italiana num comunicado citado pela agência Bloomberg. O IPO da Prada, companhia que já fez três tentativas de entrar para a bolsa esta década, poderá avaliar a marca em 5 mil milhões de euros.

A concretizar-se, a oferta pública inicial (IPO) da Prada (que pretende, com a entrada para bolsa, reduzir a dívida e financiar a sua expansão internacional) será a maior operação na indústria de bens de luxo, um segmento em forte crescimento.

Armando Branchini, vice-presidente de uma consultora italiana especializada no mercado dos produtos de luxo, afirma que a procura por estes produtos deverá crescer, pelo menos, 9% durante os próximos dois anos, em resultado da crescente procura por parte de multimilionários da Rússia e da China.

Ver comentários
Outras Notícias