Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PreçoBase arranca com capital de 50 mil euros

O mercado português passou a contar com mais uma empresa de mediação imobiliária, que arranca com um capital social de 50 mil euros. O objectivo é introduzir o conceito de leilão como venda de imóveis.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 13 de Novembro de 2003 às 16:16
  • Partilhar artigo
  • ...

O mercado português passou a contar com mais uma empresa de mediação imobiliária, que arranca com um capital social de 50 mil euros. O objectivo é introduzir o conceito de leilão como venda de imóveis.

A PreçoBase é uma empresa recentemente criada por cinco accionistas privados, entre os quais Lourenço Vaz Pinto e José Paulo Soares, ex-‘partner’ da consultora imobiliária Healey & Baker.

A sociedade, com um capital social de 50 mil euros, «pretende desenvolver em Portugal» um conceito considerado «inédito» pelos seus responsáveis, que consiste na mediação de imóveis, «de características similares e localizados numa mesma zona geográfica», através de leilões.

Segundo o comunicado da empresa os leilões «dirigem-se a todos os potenciais vendedores e compradores, desde particulares a investidores ou organismos públicos». O exemplo em que se baseia é «o modelo técnico e económico inglês».

Para o primeiro ano de exercício da empresa, os seus administradores estimam realizar «seis leilões com uma periodicidade bimensal».

A direcção da PreçoBase adianta ainda que «os primeiros leilões englobam imóveis na zona da Grande Lisboa e, a curto prazo, estender-se-ão a outras zonas do país».

Outras Notícias