Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços da luz registam em 2017 a menor subida em 10 anos

Desde 2008 que a electricidade tem tido subidas médias anuais de 3%. As maiores subidas tiveram lugar em 2009 (4,3%) e 2012 (4%).

Bloomberg
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 15 de Dezembro de 2016 às 18:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Em 2017, a electricidade vai ter o menor aumento no espaço de 10 anos. A subida de 1,2% nas tarifas da luz vão também ficar abaixo da inflação prevista, de 1,6%.

Isto mesmo foi destacado esta quinta-feira, 15 de Dezembro, pelo Governo de António Costa, após a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) ter confirmado a subida de 1,2% da tarifa regulada.

"O Secretário de Estado da Energia vê com satisfação a confirmação do aumento de apenas 1,2% das tarifas transitórias de electricidade para 2017", pode-se ler num comunicado emitido pelo gabinete de Jorge Seguro Sanches.

"Esta subida do preço da energia ocorre num contexto inédito: é a mais reduzida dos últimos 10 anos, abaixo da inflação prevista para o próximo ano", aponta a tutela.

Em 2017 o serviço da dívida tarifária vai atingir um valor historicamente elevado: 1.774 milhões de euros. A dívida tarifária atinge actualmente os cinco mil milhões de euros.

O secretário de Estado da Energia salienta que a subida de 1,2% reflecte o seu esforço para "travar os custos excessivos do sistema eléctrico nacional. Esta é uma trajectória que o Governo pretende manter em 2017", afirma.

 
Entre as medidas aprovadas este ano destaca-se o fim de duplos apoios nas energias renováveis, assim como a revisão dos juros da dívida tarifária, ou as revisões do
regime de interruptibilidade e do mecanismo da garantia de potência.

 
Este aumento vai ter apenas lugar para os consumidores no mercado regulado: 1,5 milhões de clientes. Por isso, a subida não afecta os 4,6 milhões de clientes domésticos que já migraram para o mercado liberalizado, representando mais de 91% do consumo total em Portugal.

(Notícia corrigida às 19:01, com substituição do valor da dívida tarifária no quinto parágrafo, de 1.900 por 1.774 milhões de euros)

Ver comentários
Saber mais electricidade luz tarifas 2017 Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos ERSE secretário de Estado da Energia Governo de António Costa
Mais lidas
Outras Notícias