Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços dos combustíveis estáveis após sete semanas seguidas a subir

A partir da próxima semana, os preços do gasóleo e da gasolina não irão sofrer alterações significativas, pelo que interrompem uma série de sete subidas semanais consecutivas.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 26 de Junho de 2020 às 12:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Os preços dos combustíveis em Portugal não deverão sofrer alterações a partir da próxima segunda-feira, dia 29 de junho, interrompendo uma série de sete semanas consecutivas a subir.

Assim sendo, é expectável que o preço do gasóleo simples se fixe nos 1,1971 euros por litro e o da gasolina simples 95 nos 1,366 euros por litro, de acordo com os cálculos realizados pelo Negócios.  

Apesar de a estabilização dos preços de ambos os ativos, os preços vão permanecer em máximos. No caso da gasolina, é preciso recuar até 16 de março - antes de ter sido decretado em Portugal o Estado de Emergência devido à covid-19 - para vermos um preço semelhante. Já no gasóleo, o máximo data de 20 de abril. 

Depois de um início de ano marcado por fortes quedas, devido à rutura na procura, os preços dos combustíveis dão agora sinais de recuperação. Ainda assim, insuficientes para acumularem subidas em 2020. Desde o início do ano, o preço do gasóleo desvalorizou 9% e o da gasolina perdeu 14%. 

Se encurtamos o alcance temporal para março deste ano, quando a pandemia se começou a fazer sentir com força nos mercados financeiros, o preço por litro do gasóleo desvalorizou, em termos líquidos, 16,9 cêntimos. Enquanto que o da gasolina perdeu 14,2 cêntimos, no mesmo período em análise. 



Esta semana, no mercado petrolífero, os preços dos futuros do Brent - que serve de referência para Portugal -, e do norte-americano WTI (West Intermediate Texas), estão prestes a consumar uma perda semanal na ordem dos 2%, com a matéria-prima a não resistir ao aumento de novos casos de covid-19 nos Estados Unidos e ao receio de que uma segunda vaga volte a provocar uma rutura na procura.  

Esta variação no preço dos combustíveis, nos postos de abastecimento, espelha a variação da tonelada métrica de cada ativo no mercado europeu até ao final desta semana, aos quais os preços do gasóleo e da gasolina estão indexados. 

Posto isto, a tonelada métrica média da gasolina na última semana conheceu uma valorização de 0,5% para os 314,062 euros, enquanto que a do gasóleo subiu 0,79% para os 310,8675 euros. 

Apesar de a evolução dos preços dos combustíveis ser calculada tendo por base a evolução destes dois derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro, o custo dos combustíveis na bomba dependerá sempre de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Estes preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).

Ver comentários
Saber mais gasóleo gasolina combustíveis
Mais lidas
Outras Notícias