Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prejuízos da Nextel agravam-se 58,9% no primeiro trimestre

A Nextel Communications registou um aumento de 58,9% nos prejuízos relativos ao primeiro trimestre, para os 591 milhões de dólares (669,4 milhões de euros), enquanto as vendas treparam 24%, divulgou a empresa em comunicado.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 17 de Abril de 2002 às 13:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Nextel Communications registou um aumento de 58,9% nos prejuízos relativos ao primeiro trimestre, para os 591 milhões de dólares (669,4 milhões de euros), enquanto as vendas treparam 24%, divulgou a empresa em comunicado.

As vendas da Nextel, neste período, atingiram os 2,16 mil milhões de dólares (2,45 mil milhões de euros), face ao período homólogo, avançou a mesma fonte.

No entanto, a operadora móvel e fabricante de telefones móveis incorreu em 375 milhões de dólares (422,1 milhões de euros) de custos associados a alterações nos padrões contabilísticos, ao despedimento de pessoal e ao encerramento de fábricas.

A Nextel criou mais 502 mil subscritores domésticos, atingindo os 9,2 milhões no primeiro trimestre de 2002, um valor 7% acima das previsões dos analistas.

A empresa norte-americana havia anunciado ontem que realizou um teste bem sucedido com o novo «software» da Motorola, que irá brevemente aumentar a capacidade da rede da Nextel.

A Nextel encerrou ontem a ganhar 33,11%, para os 5,95 dólares (6,74 euros).

Ver comentários
Outras Notícias