Empresas Presidente do IAPMEI: Vamos cumprir o objetivo de pagar 1,6 mil milhões às empresas

Presidente do IAPMEI: Vamos cumprir o objetivo de pagar 1,6 mil milhões às empresas

Nuno Mangas admite atrasos nos pagamentos mas garante que os objetivos vão ser cumpridos. E sublinha que o PT 2020 é mais ambicioso do que o QREN.
A carregar o vídeo ...
Celso Filipe Rosário Lira 14 de dezembro de 2019 às 21:00

O presidente do IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação admite que há atrasos nos pagamentos do Portugal 2020 às empresas mas, ainda assim, refere que os pagamentos feitos são substancialmente superiores aos realizados no âmbito do QREN, em período homólogo.

Em entrevista ao Negócios e à Antena1, Nuno Mangas revela que, até final de outubro, foram pagos 1,5 mil milhões de euros às empresas e que até ao final do ano vai cumprir o objetivo definido de 1,6 mil milhões de euros.

"No âmbito do Portugal 2020, até 30 ou 31 de outubro, o IAPMEI já tinha pago e transferido para as empresas 1,5 mil milhões de euros. Quando comparamos com o QREN, este volume compara com 641 milhões de euros, ou seja, em período homólogo pagámos cerca de 2,5 vezes mais do que no QREN, sublinha o líder do IAPMEI. 

Neste contexto, Nuno Mangas valoriza os níveis de execução do PT 2020. "Apesar de admitirmos que por vezes há algum atraso, o volume de pagamentos que hoje é feito é incomparavelmente superior ao que era no período homólogo no QREN. E é bom que tenhamos esta perceção", enfatiza.

Esta entrevista ao presidente do IAPMEI pode ser lida, na íntegra, na edição impressa ou na versão "premium" online do Negócios, a partir de segunda-feira, 16 de dezembro.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI