Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente da Câmara de Mangualde: "É um murro no estômago" a dispensa de 350 trabalhadores da Peugeot Citroën

O presidente da Câmara de Mangualde, João Azevedo, reconheceu hoje que a dispensa de 350 trabalhadores pela Peugeot Citröen foi "um murro no estomâgo". "Quero aqui lançar um grito de alerta do interior do país, para a situação que se está a passar e que é transversal a todo o tecido empresarial da região", sublinhou.

João Carlos Malta joaomalta@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2012 às 13:45
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
João Azevedo diz que só quem não está atento à evolução do mercado automóvel pode estranhar esta notícia, mas afirma ter a garantia da administração da fábrica da PSA que assim que a "expectativa de vendas e compras" mudar, "estes trabalhadores voltam a ser readmitidos". O autarca disse que o sector está a viver o pior momento dos últimos 25 anos.

O líder da autarquia sublinha que até 2010, a PSA não tinha condições estruturais para se manter no concelho, mas que desde essa data "foram feitos todos os esforços e a fábrica até subiu a produção".

O flagelo criado pela dispensa das três centenas e meia de trabalhadores, reflectir-se-á não só em Mangualde, mas nos concelhos limítrofes de Viseu e Nelas. "Apenas 50% dos trabalhadores são de Mangualde", adianta o autarca.

Para o presidente da Câmara de Mangualde, é altura dos decisores políticos olharem para o interior do país, e refere que "só quem não anda pelas ruas é que não pressente que o que está a acontecer noutros países pode suceder em Portugal". “Pode haver uma explosão social”, acrescenta.

Apesar de referir que Mangualde tem uma taxa de desemprego abaixo da média do país, entre 6% e 7%, João Azevedo considera que nos últimos dois meses a situação têm-se agudizado e culminou nesta situação da PSA. Para os trabalhadores agora demitidos não está preparado nenhum plano de emergência, sendo que os seus casos estão a ser encaminhados para o Centro de Emprego local.
Ver comentários
Saber mais Automovel PSA Mangualde Interior desemprego
Outras Notícias