Empresas Presidente da TAP confirma interesse na compra da Varig

Presidente da TAP confirma interesse na compra da Varig

O presidente da TAP, Fernando Pinto, confirmou quarta-feira no Rio de Janeiro o interesse da transportadora aérea portuguesa em comprar a Varig se a proposta do consórcio de trabalhadores for rejeitada, anunciou a imprensa brasileira
Negócios com Lusa 15 de junho de 2006 às 09:15

O presidente da TAP, Fernando Pinto, confirmou quarta-feira no Rio de Janeiro o interesse da transportadora aérea portuguesa em comprar a Varig se a proposta do consórcio de trabalhadores for rejeitada, anunciou a imprensa brasileira

«Estive aqui para saber mais sobre a situação da Varig e sobre a possibilidade da TAP ajudar neste processo. Não trago uma proposta, apenas quis saber de que modo podemos ajudar», disse Fernando Pinto, citado pela Agência Globo.

«Estamos a discutir com outros investidores a possibilidade de montar u ma proposta que apenas será válida se a oferta da NV Participações (o consórcio dos trabalhadores) não for aceite. Estamos a estudar a possibilidade de participar num novo leilão, se ele se realizar», acrescentou o presidente da TAP.

Fernando Pinto adiantou, que caso seja decidido apresentar uma proposta , será pela totalidade da empresa.

A decisão de aceitar ou não a proposta do consórcio de trabalhadores foi adiada quarta-feira por tempo indeterminado pelo juiz do Tribunal Empresarial do Rio de Janeiro que tem a seu cargo o processo de recuperação judicial da companhia aérea brasileira.

Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, justificou o adiamento com a necessidade de mais tempo para estudar a oferta de compra apresentada na semana passada pela NV Participações.

A empresa está ligada ao Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Varig (TG V) e a investidores privados não identificados.

O juiz tinha dado ao TGV um prazo até ao meio-dia de quarta-feira (hora local) para identificar a origem do dinheiro.

A NV Participações foi a única concorrente ao leilão da Varig, realizado a semana passada, apresentando, contudo, uma proposta de 450 milhões de dólares, abaixo do limite mínimo fixado.




Marketing Automation certified by E-GOI