Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PricewaterhouseCoopers em quinto no "ranking" das “Most Admired Knowledge Enterprises”

A PricewaterhouseCoopers está em quinto lugar no “ranking” das “Most Admired Knowledge Enterprises”, tendo subido três posições em relação à lista do ano passado. A empresa, liderada em Portugal, por José Alves classifica-se à frente de empresas como a Apple e a Google nesta tabela.

Bloomberg
Negócios 19 de Dezembro de 2013 às 15:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A PricewaterhouseCoopers (PwC) ficou em quinto lugar no “ranking” da “Most Admired Knowledge Enterprises” (MAKE), o revela uma subida de três posições em relação a 2012. Para este prémio, de acordo com o comunicado da empresa, foram nomeadas 150 empresas tendo, posteriormente, sido apuradas 52 finalistas, entre elas a PwC. Em primeiro lugar, ficou a Samsung, seguida da McKinsey & Company e da Toyota. Atrás da PwC, que está em quinto, estão empresas como Apple, Google e Deloitte.

 

Este prémio visa reconhecer as melhores práticas de gestão organizacional do conhecimento. A PwC está há 50 anos em Portugal e, de acordo com o comunicado, o presidente da empresa no País, José Alves, destaca que “é um orgulho sermos reconhecidos pela partilha e gestão de conhecimento que fazemos”.

 

Nos últimos dias a PwC tem estado presente nas notícias devido ao facto de cinco sócios da empresa terem ido para a KPMG, entre esses sócios está Nasser Sattar, considerado como um dos grandes nomes da consultora. A mudança de Nasser Sattar e mais quatro "partners" da consultora para a KPMG está a gerar alguma perturbação no sector, tendo em conta que envolve mais de duas dezenas de quadros e deverá resultar na transferência de vários clientes. No centro da ofensiva da KPMG está o posicionamento das consultoras em Angola.

 

Se olharmos para as cotadas no PSI-20, a KPMG audita as contas de cinco empresas (BCP, BES, EDP, EDP Renováveis e Espírito Santo Financial Group) e a PwC audita seis empresas (Galp Energia, Jerónimo Martins, Portucel, Semapa, Sonae Indústria e Zon Optimus). Porém, a KPMG recebeu mais no ano passado que a concorrente, isto porque os clientes, em conjunto, pagaram à KPMG 24,2 milhões de euros enquanto PwC recebeu, no total, 4,8 milhões de euros dos seus clientes acima citados. 

Ver comentários
Saber mais PricewaterhouseCoopers PwC Most Admired Knowledge Enterprises MAKE Samsung McKinsey & Company
Outras Notícias