Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Primeiro banqueiro espanhol condenado por abusos financeiros durante a crise

O director da Caixa Pendès foi o primeiro banqueiro espanhol a ser condenado na sequência de abusos financeiros durante a crise económica mundial.

Negócios 29 de Maio de 2014 às 15:02
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...

O primeiro banqueiro espanhol condenado por abusos que ocorreram durante crise financeira foi condenado esta manhã, 29 de Maio. Chama-se Ricard Pagès Font e é o director geral da Caixa Pendès. Também os ex-directores do banco em questão foram condenados a penas entre um e dois anos de prisão, mas têm a possibilidade de evitar a detenção se entregarem os 28,6 milhões de euros de pensões que amealharam enquanto estavam à frente da entidade.

 

Ricard Pagès Font e os ex-directores Manuel Troyano, Santiago José Abella e Juan Caellas renunciaram esta quinta-feira, no início da última sessão do julgamento, aos 28,6 milhões euros em planos reforma, tanto o montante já cobrado, como o que restava cobrar. O dinheiro vai ser devolvido ao Banco Maré Nostrum para que sejam reduzidas as penas de prisão.

 

O juiz teve em conta a atitude de reconhecer os feitos e condenou a dois anos de prisão o director Ricard Pagès Font e à impossibilidade de voltar a trabalhar numa instituição financeira. O tribunal sentenciou que os banqueiros são "autores responsáveis de um delito de administração desleal" e que se deu uma "actuação maliciosa e enganosa para a sociedade".

 

A Caixa Penedès, o quarto fundador do Banco Maré Nostrum, recebeu auxílios no valor de 915 milhões de euros da FROB (Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária) e acabou por ser comprada pelo Banco Sabadell em Outubro de 2013.

Ver comentários
Saber mais Ricard Pagès Font Caixa Pendès banca Espanha
Outras Notícias