Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Procurador manda investigar o BCP

O procurador-geral da República já enviou o inquérito-crime ao Banco Comercial Português para o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), a quem compete agora investigar as denúncias que Joe Berardo fez na audiência que teve na semana passada com

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 20 de Dezembro de 2007 às 00:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O procurador-geral da República já enviou o inquérito-crime ao Banco Comercial Português para o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), a quem compete agora investigar as denúncias que Joe Berardo fez na audiência que teve na semana passada com Fernando Pinto Ponteiro.

Por seu turno, o Banco de Portugal já terá dado sinais de que, nos próximos dias, pode chamar os administradores do BCP para prestarem esclarecimentos sobre a alegada utilização irregular de sociedades "off-shores" na compra de acções do próprio banco. Já a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) estará prestes a obter resultados preliminares das suas investigações.

"Os documentos [entregues por Joe Berardo], depois de analisados pelo senhor procurador-geral da República, foram remetidos para o DIAP", revelou fonte oficial da Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Jornal de Negócios, recusando-se a fazer outros comentários.

O envio da documentação para uma entidade do Ministério Público (MP) com competências de investigação significará que Pinto Monteiro detectou indícios criminais nas denúncias feitas pelo empresário madeirense. Caberá agora ao DIAP recolher provas que fundamentem, ou não, a apresentação de uma acusação por parte do MP. Se não forem reunidas provas suficientes, o caso pode ser arquivado.

Mais lidas
Outras Notícias