Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Proença de Carvalho: "Ultrapassou-se um período de incerteza relativamente ao futuro da Cimpor"

Proença de Carvalho considera que há uma nova estratégia para a Cimpor e que o período de incerteza quanto ao futuro da cimenteira foi ultrapassado.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 16 de Julho de 2012 às 12:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
Proença de Carvalho, eleito chairman” da cimenteira esta segunda-feira na Assembleia Geral (AG) da Cimpor, disse, aos jornalistas, sentir-se honrado para ter sido convidado para o cargo numa altura em que a empresa enfrenta desafios. “É sempre uma honra quando se recebe um convite para presidir a uma empresa com a dimensão da Cimpor e com os desafios que tem pela frente”, afirmou Proença de Carvalho.

Quando questionado pelos jornalistas à saída da AG sobre quais os desafios que a cimenteira enfrenta, o advogado e agora “chairman” da Cimpor destacou que são os desafios naturais para uma empresa que “vai mudar em parte a sua estrutura industrial”.

O responsável salientou ainda que acredita que o resultado final da “reorganização empresarial que vai ser feita, é positiva”. “A Cimpor é uma empresa com uma grande dimensão, presente em territórios e geografias com grande potencial de crescimento. É uma nova estratégia para a Cimpor. Há um accionista de referência e isso também é importante”, acrescentou.

Daniel Proença de Carvalho considera ainda que “ultrapassou-se um período de incerteza relativamente ao futuro da Cimpor, uma vez que a sua estrutura accionista era complexa e com alguns elementos contraditórios. E isso poderia afectar o desenvolvimento futuro da empresa e agora clarificou-se essa situação. Esperemos que o futuro corresponda aos projectos que estão em curso”.


Ver comentários
Saber mais Cimpor Proença de Carvalho assembleia geral
Mais lidas
Outras Notícias