Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Proposta da Sonaecom depende da aprovação da CMVM

A proposta da Sonaecom de distribuir 5,7 mil milhões de euros em dividendos da Portugal Telecom após a OPA, revelada ontem, terá se ser incluída no prospecto da OPA, pelo que carece de aprovação do regulador do mercado de capitais português.

André Veríssimo averissimo@negocios.pt 28 de Fevereiro de 2007 às 11:33
  • Partilhar artigo
  • ...

A proposta da Sonaecom de distribuir 5,7 mil milhões de euros em dividendos da Portugal Telecom após a OPA, revelada ontem, terá se ser incluída no prospecto da OPA, pelo que carece de aprovação do regulador do mercado de capitais português.

"Esta proposta terá de ser incorporada no prospecto e está sujeita à aprovação da CMVM", afirma fonte oficial do regulador. "A decisão será tomada, em princípio, ainda hoje", acrescenta.

Ontem à noite, a Sonaecom anunciou que vai remunerar os accionistas da Portugal Telecom que queiram permanecer na empresa depois da OPA com um pacote de dividendos de 5,7 mil milhões de euros entre 2007 e 2010.

Este pacote, equivalente a 5,1 euros por acção, está sujeito a várias condições. Primeiro, que a Soanecom fique com mais de 60% do capital da PT na oferta pública que decorre até 9 de Março. Além disso, dependerá ainda dos fundos disponíveis que resultem da actividade da PT, da venda de activos e de outros processos de reestruturação que venham a libertar dinheiro para distribuir aos accionistas.

Recorde-se que a aprovação de dividendos terá de ser aprovada numa assembleia geral.

Ver comentários
Outras Notícias