Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT lança nova oferta de ADSL por 26,5 euros mensais

A PT lança hoje a nova oferta de acesso à Internet de banda larga, designada «Sapo ADSL.pt Light», por 26,5 euros por mês, com IVA, que inclui 10 horas de navegação e um custo de 1,5 euros por hora nos minutos utilizados além do pacote, disse fonte oficia

Bárbara Leite 14 de Novembro de 2003 às 17:15
  • Partilhar artigo
  • ...

A PT lança hoje a nova oferta de acesso à Internet de banda larga, designada «SapoADSL.pt Light» por 26,5 euros por mês, com IVA, que inclui 10 horas de navegação e um custo de 1,5 euros por hora nos minutos utilizados além do pacote, disse fonte oficial da PT que acredita na migração do «dial up» para esta proposta.

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) levantou, ontem, a suspensão do lançamento da nova oferta de ADSL da PT com metade da velocidade da actual oferta, ou seja, 256 kp/ps.

Com base nesta decisão, o grupo acaba de anunciar ao Canal de Negócios que vai hoje mesmo disponibilizar a nova oferta por um valor fixo de 26,5 euros por mês e cobrar 0,25 euros por blocos de 10 minutos a partir do momento em que os clientes gastem as 10 horas incluídas na oferta.

Esta oferta «são quase nove euros a menos face à actual oferta» que inclui o dobro da velocidade, afirmou a mesma fonte.

Este novo modelo de facturação por hora segue os hábitos dos clientes que têm «dial up». «Acredito que haja migração dos clientes da “dial up” para esta proposta», avançou o mesmo responsável.

Não será necessário adquirir um novo «Kit» para ter esta nova oferta. O actual «kit» do SAPO com modem gratuito até ao final do ano será também utilizado nesta proposta, esclareceu.

A PT não quis adiantar valores sobre a estimativa de vendas. «Números não avançamos, mas acredito que teremos um aumento considerável das vendas, com esta diminuição das barreiras à entrada no ADSL», sublinhou a mesma fonte.

A activação do serviço vai custar 50 euros. A actual proposta de ADSL do SAPO vai manter-se, sendo que o grupo pratica dois preçários por mês: 34,99 euros e 44,99 euros (para clientes intensivos).

«A Telepac entende que esta oferta vai de encontro às necessidades dos clientes», destacou a mesma fonte.

Com este tarifário agora apresentado pela PT pode prever-se que os novos operadores não deverão suspender as suas ofertas tal como ameaçaram. Segundo as contas do IOL, a PT deveria cobrar entre 20 a 25 euros por mês aos utilizadores no acesso à Internet de banda larga (ADSL) para que este fornecedor de acesso à Internet do grupo Media Capital não desista da oferta e deixe de perder dinheiro.

Por utilizarem a sua rede para lançar ofertas de ADSL, com estas características, os novos operadores terão que pagar 11 euros, mais 0,84 euros por cada hora e por cliente.

O valor apresentado supera o limite superior das contas do IOL. Todavia, ainda nenhum dos novos operadores se pronunciou sobre a decisão da Anacom de levantar a suspensão.

As acções da PT encerraram nos 7,76 euros, a cair 0,13%.

Ver comentários
Outras Notícias