Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT vai vender activos com encaixe de 80 milhões; sai do Botswana

A Portugal Telecom vai vender activos não estratégicos, entre os quais imobiliário e a posição detida no capital da Mascom, operadora do Botswana, estimando encaixar com estas operações 80 milhões de euros, disse Zeinal Bava.

Bárbara Leite 24 de Junho de 2003 às 18:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Portugal Telecom vai vender activos não estratégicos, entre os quais imobiliário e a posição detida no capital da Mascom, operadora do Botswana, estimando encaixar com estas operações 80 milhões de euros, disse Zeinal Bava, administrador financeiro da PT.

Para este ano «prevemos encaixar 80 milhões de euros. Uma parte é venda de imobiliário e outra parte é a venda da totalidade do capital no Botswana», disse Zeinal Bava, em conferência de imprensa.

Só com a venda da posição de 50% mais uma acção na Mascom, a PT espera encaixar 40 milhões de euros. Nesta operação da rede móvel deste país da África Austral, a operadora investiu 7 milhões de euros e recebeu em dividendos um valor de 2 milhões de euros, acrescentou o administrador financeiro da PT.

A negociação da venda desta posição encontra-se em fase final, com um grupo de investidores locais. Apesar de sair da empresa, a PT compromete-se a ficar a geri-la, acrescentou Miguel Horta e Costa, presidente executivo da operadora, em conferência de imprensa.

A PT justifica a saída do Botswana, pelo facto de ter optado por não investir na África do Sul, como inicialmente estava previsto, ficando este negócio, «um pouco isolado».

Além desta posição a PT vai vender imóveis, onde estima encaixar os restantes 40 milhões de euros.

Para Lisboa, a empresa está já em processo de cedência dos espaços do Entreposto (18,2 mil metros quadrados), Expo (13,3 mil metros quadrados), Arquiparque (7,8 mil metros quadrados), Taguspark Inovação I & II (4,1 mil metros quadrados), Defensores de Chaves (1,1 mil metros quadrados), Taguspark Tecnologia I & II (1,1 mil metros quadrados), Prodiário (mil metros quadrados), JN na António Augusto Aguiar (500 metros quadrados) e Fontes Pereira de Melo, número 32 (3,2 mil metros quadrados).

O plano deverá ficar completo em 2005, com o último imóvel. Já vendido foi o espaço da Expo.

As acções da PT fecharam a descer 2,33% para os 6,30 euros.

Outras Notícias