Banca & Finanças Público: Ricciardi chama “patético” a Salgado

Público: Ricciardi chama “patético” a Salgado

O líder do antigo BESI reage à obra “Dias do Fim” e à posição de Ricardo Salgado. Ricciardi acusa o primo de ter traído a família e investidores.
Público: Ricciardi chama “patético” a Salgado
Miguel Baltazar
Negócios 15 de março de 2016 às 09:14

O banqueiro José Maria Ricciardi acusa o primo Ricardo Salgado de ser "patético" e de se "armar em baluarte da honra e da dignidade da família que traiu e alvitrou".

As declarações são citadas pelo jornal Público desta terça-feira, 15 de Março. A publicação explica que as palavras de Ricciardi – que se encontra à frente do Haitong Bank em Portugal (o antigo BESI) – são uma reacção ao livro "Dias do Fim", que resultou de um testemunho prestado pelo antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado.


"É pelo menos patético que quem é responsável pela destruição de um património familiar de gerações, e ainda pelos incalculáveis prejuízos causados à economia nacional, às poupanças de milhares de depositantes, colaboradores e investidores, venha a terreiro arvorar-se em baluarte da honra e dignidade da família, que ele próprio traiu e aviltrou", referiu.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI