Tecnologias Quem é Sundar Pichai, o novo CEO da Google?

Quem é Sundar Pichai, o novo CEO da Google?

A Google agora é da Alphabet e Sundar Pichai passou de responsável de produto a CEO da empresa. O indiano de 43 anos entrou na Google em 2004 e já era considerado o rosto da empresa fundada por Larry Page e Sergey Brin.
Quem é Sundar Pichai, o novo CEO da Google?
Bloomberg
Inês F. Alves 11 de agosto de 2015 às 11:06

Sundar Pichai (na foto) tem 43 anos, nasceu em Tamil Nadu, na Índia, e agora é CEO do Google. Antes de rumar aos Estados Unidos, em 1993, formou-se em engenharia metalúrgica. Depois passou por Stanford e pela Universidade da Pensilvânia, e desde que entrou no Google a sua ascensão foi "meteórica", escreve esta terça-feira, 11 de Agosto, a CNN.

Na nova estrutura da Google anunciada esta segunda-feira, 10 de Agosto, Sundar Pichai foi promovido, tornando-se o terceiro CEO da empresa, responsável pelo motor que gera o grosso dos 60 mil milhões de receitas anuais do grupo.

Esta segunda-feira o Google anunciou a criação da Alphabet, empresa que irá deter a Google a 100% e que vai substituir a cotada em bolsa. A ideia é que esta nova empresa agregue todas as unidades do grupo, permitindo porém separar as actividades directamente relacionadas com a internet e as restantes áreas de negócio, como a Life Sciences (que trabalha nas lentes de contacto de uso diário que medem a glucose do utilizador), a Calico (focada na longevidade) ou o Google X (a unidade de inovação).

Nesta nova organização, Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, ficarão na liderança da Alphabet – o primeiro como CEO e o segundo como presidente -, e Sundar Pichai será promovido a CEO da Google.

"A nova estrutura vai permitir-nos focar nas oportunidades extraordinárias que temos dentro da Google", pode ler-se no comunicado da empresa, que acrescenta que Sundar Pichai é uma "parte essencial" desta reestruturação.

Pichai entrou na empresa em 2004 e tinha a responsabilidade de criar a barra de ferramentas do Google. Esta permitia a utilizadores do Internet Explorer e do Firefox usar o Google como o seu motor de busca por defeito. Depois, ficou responsável pelo Chrome, o motor de busca da marca. Apesar do descrédito inicial, o facto é que este ‘browser’ se tornou um dos mais usados em todo o mundo, escreve a CNN.

Em 2014, Pichai tornou-se responsável de produto da empresa. Sob a sua alçada ficaram por exemplo, o Google+, o Google Wallet e o Android Pay.

"Ele evoluiu muito desde Outubro do ano passado, quando assumiu a responsabilidade sobre as áreas de produto e engenharia do nosso negócio de internet", diz Larry Page em comunicado, acrescentando que tanto ele quanto Sergey Brin estão "super excitados" quanto ao progresso de Sundar Pichai.

Ele [Sundar Pichai] evoluiu muito desde Outubro do ano passado, quando assumiu a responsabilidade sobre as áreas de produto e engenharia do nosso negócio de internet.
Larry Page

De referir que Pichai se foi tornando também o rosto da empresa, estando a seu cargo a responsabilidade de comunicar ao mundo as novidades do Google na conferência de programadores.

"É claro para nós [Larry e Sergey] e para a nossa administração que está na altura de Pichai se tornar CEO da Google", informa a nota publicada na segunda-feira, dando conta da promoção de Sundar Pichai na nova estrutura da empresa.

Larry Page acrescentou que tem passado "bastante tempo" com o novo CEO para o ajudar em tudo o que é necessário e garantiu que isso continuará a acontecer apesar de, com a reestruturação, assumir a liderança da recém-criada Alphabet.  

O co-fundador da Google não deixou também de salientar quais são as suas expectativas sobre a gestão de Sundar Pichai: "Sei que Sundar vai permanecer focado na inovação, continuando a distender fronteiras. Sei que ele se preocupa profundamente que continuemos a fazer progressos na nossa missão fundamental de organizar a informação mundial", concluiu.

Calado e geralmente calmo, Pichai é admirado na empresa pelas suas competências na área de engenharia e também pela sua personalidade, escreve a CNN. A NBC refere-se a ele como genuinamente carinhoso, empático e perspicaz. Já a Reuters diz que é uma pessoa discreta e diplomática.


"É uma pessoa muito muito opinativa, que tem pontos de vista claros sobre a direcção dos produtos e iniciativas, mas é muito bom a deixar que opinião dos outros seja ouvida antes de dar a sua", disse à agência Keval Desai, analista e ex-colega de Sundar Pichai.


Tony Zingale, chairman executivo da Jive Software, acrescenta que é uma pessoa "incrivelmente perspicaz e directa".


Colin Gillis, analista da BGC Partners, em Nova Iorque, disse ao The Guardian que a promoção de Pichai foi uma decisão inteligente, uma vez que a luta por talento nesta área é muito intensa, especialmente numa altura em que o Twitter e outras tecnológicas procuram novos líderes.

(Notícia actualizada às 11h56)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI