Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quem tem medo da abertura das grandes superfícies ao domingo?

A recente publicação de um parecer da Procuradoria-Geral da República sobre que lojas podem continuar abertas além das 13h00 de domingos e feriados veio reacender a discussão entre quem gere, trabalha, consome e concorre com as grandes superfícies comerciais.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 01 de Abril de 2010 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A recente publicação de um parecer da Procuradoria-Geral da República sobre que lojas podem continuar abertas além das 13h00 de domingos e feriados veio reacender a discussão entre quem gere, trabalha, consome e concorre com as grandes superfícies comerciais.

A Secretaria de Estado do Comércio e Serviços, cujo titular é Fernando Serrasqueiro, admite somente que a questão dos horários das grandes superfícies se encontra "em estudo".

Para a Sonae e a APED - Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, cuja direcção aquele grupo detém actualmente, o recente parecer da PGR (que "cristalizou" a definição de grandes superfícies comerciais em unidades com mais de 2.000 m2, independentemente da densidade populacional onde se encontrem), veio evidenciar "discriminações". Ou seja, define fonte da Sonae, "há comerciantes de primeira, que podem estar abertos todo o dia, e outros de segunda, que têm de fechar" a partir das 13h.

logo_empresas

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias