Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"É o parlamento que fiscaliza o Governo, não o Governo que fiscaliza o parlamento"

Nuno Melo afirmou hoje que é o parlamento que fiscaliza o Governo e não o contrário depois de José Sócrates ter ontem referido que se têm cometido excessos na Comissão Parlamentar de Inquérito.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 18 de Junho de 2009 às 19:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
Nuno Melo afirmou hoje que é o “parlamento que fiscaliza o Governo” e não o contrário depois de José Sócrates ter ontem referido que se têm cometido excessos na Comissão Parlamentar de Inquérito.

O primeiro-ministro criticou ontem, em entrevista à SIC, criticou a forma “agressiva” como Vítor Constâncio foi tratado na Comissão de Inquérito, enquanto “outras pessoas que fizeram o que fizeram na gestão do BPN foram tratados de forma tão “solícita”.

“É o parlamento que fiscaliza o governo e não é o governo que fiscaliza o parlamento”, afirmou o líder do CDS, acrescentando que “há diferença entre as pessoas que estão obrigadas a colaborar com a comissão, como é o governador do Banco de Portugal, e recusam informações e documentos pedidos. Todos rejeitamos a forma como o Banco de Portugal se recusou a entregar documentos que nós pedimos. Não ouvimos comentários do primeiro ministro falar sobre isso”.

Nuno Melo lamentou ainda que José Sócrates não se tenha referido às declarações de Vital Moreira.

Já Hugo Velosa elogiou Maria de Belém enquanto presidente da Comissão Parlamentar e Honório Novo mostrou-se “chocado pelas palavras do senhor primeiro-ministro”.

João semedo, do Bloco de Esquerda, também contestou qas declarações de José Sócrates. Já o Deputado do PS, Alexandre Rodrigues concordou que em alguns casos houve arrogância.

Ver comentários
Outras Notícias