Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Nem me passa pela cabeça que não haja Orçamento"

É preciso cumprir o défice de 2010 e viabilizar o Orçamento do Estado de 2011, que tem de ser credível, cortar despesas e evitar mais impostos. A EDP pode retardar investimentos.

Pedro Santos Guerreiro psg@negocios.pt 22 de Setembro de 2010 às 23:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
António Mexia está esta semana em Nova Iorque, liderando a comitiva da EDP na Clinton Global Initiative, que reúne líderes mundiais (chefes de Estado e presidente de empresas), mobilizando mais meios e assumindo mais compromissos de ajuda humanitária.

Hoje, é a sessão de encerramento, com a presença de Michelle e Barack Obama. Em entrevista ao Negócios, diz que não lhe passa pela cabeça que não se seja capaz de negociar um novo Orçamento que obviamente tranquilize os mercados. “É fundamental que a credibilidade venha de atingir os objectivos deste ano e de um acordo no novo Orçamento. É crucial. Não interessa se os mercados estão certos ou errados: é aquilo, é o que é, é um facto, temos de trabalhar com isso”, afirma.


* em Nova Iorque





logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias