A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rácio de incumprimento de crédito aumenta em Itália para máximo de 2000

Os rácio de incumprimento de crédito estão a crescer na terceira maior economia da Zona Euro e atingiram um máximo de 11 anos em Fevereiro, com as empresas a enfrentarem custos de crédito mais altos no mercado de dívida.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 15:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O rácio de incumprimento de crédito atingiu os 6,3% no mês de Fevereiro, depois de se ter saldado nos 6,2%, segundo os dados divulgados pela Associação de Bancos de Itália (ABI) e citados pela Bloomberg.

Este valor é o mais alto desde Novembro de 2000 e compara com um rácio de 3% no mês de Junho de 2008, antes do colapso do Lehman Brothers.

“Os bancos estão a sofrer de uma combinação de risco da dívida soberana e do ambiente económico”, disse o director central da associação bancária, Gianfranco Torriero, à agência noticiosa. “Os credores no país permanecem sólidos e a situação está sob controlo”, acrescentaram.

O montante de empréstimos que está a com problemas de incumprimento aumentou 16,5% em Fevereiro face ao período homólogo para 107,6 mil milhões de euros, revelam os dados da ABI. As imparidades saldaram-se em 55 mil milhões de euros, o que compara com um montante de 48 mil milhões de euros, revela a Bloomberg que cita o relatório.

“A qualidade dos activos [dos bancos] é um espelho do ambiente económico”, disse o director-geral do UniCredit, Roberto Nicastro, à agência noticiosa. “Os dados reflectem o facto de os bancos italianos serem bancos comerciais que trabalham para empresas e famílias”, disse.

Ver comentários
Saber mais Itália banca incumprimento de crédito rácio de incumprimento juros dívida
Mais lidas
Outras Notícias