Empresas Receitas da Farfetch dispararam 52% no trimestre do IPO

Receitas da Farfetch dispararam 52% no trimestre do IPO

A Farfetch, fundada pelo português José Neves, entrou na bolsa no passado mês de Setembro e fechou o trimestre com uma melhoria dos resultados.
Receitas da Farfetch dispararam 52% no trimestre do IPO
Reuters
Ana Batalha Oliveira 09 de novembro de 2018 às 13:40

A Farfetch registou uma subida de 52% nas receitas nos três meses que terminam em Setembro, comparativamente ao mesmo período do ano passado, apesar do resultado líquido continuar negativo. 

A Farfetch obteve receitas de 132,2 milhões de dólares – equivalente a 116,5 milhões de euros -, mais de 45 milhões acima dos 86,9 milhões de dólares atingidos no período homólogo. Estes resultados são suportados por uma maior quantidade de encomendas, 662.500 em vez das anteriores 427.700, na sequência de um crescimento de 42,4% no número de clientes activos.

Estes números não são, apesar de tudo, suficientes para que a Farfetch entregue lucros. Depois de descontados os impostos, as perdas somam 77,3 milhões de dólares, o que compara com 28,179 milhões do ano anterior. Já o EBITDA ajustado subiu para os 32,3 milhões, entre Janeiro e Setembro, acima dos 20,6 milhões do mesmo período de 2017. 

No comentário ao balanço publicado pela empresa, o CEO e fundador, José Neves, diz-se "extremamente orgulhoso do progresso da Farfetch", assinalando que o desempenho da plataforma superou a média no último trimestre. O líder acrescenta que espera capturar a "fatia de leão" da expansão da indústria da moda, que estima aumentar 100 mil milhões de dólares nos próximos dez anos. O CFO, Elliot Jordan, afirma estar "encantado" com os resultados do terceiro trimestre, assumindo-se optimista com a capacidade de capturar uma maior quota de mercado.

Em Setembro, a Farfetch, vendeu acções na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) a um preço superior ao intervalo previsto. Cada título foi alienado por 20 dólares. E foram vendidas 44,2 milhões de acções. No total, a Farfetch encaixou 885 milhões de dólares nesta operação

O último preço previsto para a venda das acções era entre 17 e 19 dólares por cada uma, isto já depois do valor ter sido revisto em alta devido à elevada procura, porque inicialmente a empresa liderada por José Neves tinha como objectivo entrar em bolsa a valer entre 15 e 17 dólares. 




pub