Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Recurso ao Fundo de Garantia Automóvel diminuiu 5,7% em 2008

O Fundo de Garantia Automóvel (FGA) registou uma redução de 5,7% no número de processos abertos durante o ano de 2008, quando comparado com o ano anterior. No total, o fundo que garante o pagamento das indemnizações às vítimas de acidentes em que o responsável não tem seguro válido, pagou 24,5 milhões de euros.

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2009 às 13:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Fundo de Garantia Automóvel (FGA) registou uma redução de 5,7% no número de processos abertos durante o ano de 2008, quando comparado com o ano anterior. No total, o fundo que garante o pagamento das indemnizações às vítimas de acidentes em que o responsável não tem seguro válido, pagou 24,5 milhões de euros.

Em 2008, registaram-se 5.200 novos processos, menos 315 do que em 2007. Desde 2005 que o número de processos apresentados ao Fundo de Garantia Automóvel tem vindo a diminuir devido “ao decréscimo generalizado da frequência da sinistralidade automóvel, a uma maior eficácia do controlo policial, e naturalmente, aos efeitos das campanhas de informação que o FGA tem vindo a desenvolver nos últimos anos”, refere o comunicado emitido hoje.

O FGA pagou um total de 24.518.952 euros às vítimas de acidentes em que o responsável não possuía seguro, o que representou uma diminuição de 10,4% face ao valor pago no ano anterior.

Deste valor 7.153.572 foram efectos ao pagamento de indemnizações em lesões materiais, 11.288.229 em lesões corporais e 6.077150 em lesões por morte.

O FGA é um fundo autónomo, gerido pelo Instituto de Seguros de Portugal, que garante o pagamento das indemnizações devidas em consequência de acidentes em que o responsável não possui seguro válido e eficaz.

No entanto, os responsáveis ficam obrigados a reembolsar, com juros, os montantes que o FGA pagou.

Em 2008, o Fundo de Garantia Automóvel recuperou 2.829.459 euros, o que significou um crescimento de 14,6% relativamente ao ano anterior, segundo os dados divulgados hoje.

Ver comentários
Outras Notícias