Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reforma de 79,8 milhões do presidente do BBVA irrita investidores

Francisco Gonzalez, chairman do BBVA, tem uma reforma avaliada em 79,8 milhões de euros. Isto é quase quatro vezes mais o valor acumulado de Stephen Green, seu congénere no HSBC Holdings, maior banco europeu.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 12 de Março de 2010 às 12:34
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Francisco Gonzalez, chairman do BBVA, tem uma reforma avaliada em 79,8 milhões de euros. Isto é quase quatro vezes mais o valor acumulado de Stephen Green, seu congénere no HSBC Holdings, maior banco europeu.

Alfredo Saenz, presidente executivo do Banco Santander, tem uma reforma avaliada em 80 milhões de euros, 20 vezes mais do que o CEO do Deutsche Bank, Josef Ackermann.

Os direitos de pensões nos bancos espanhóis significam que os banqueiros de topo dos bancos espanhóis recebem muito mais do que o montante que deverão receber os executivos da maior parte das empresas congéneres, segundo uma análise anual, citada pela agência noticiosa Bloomberg.

Gonzalez ganhou 45,6 milhões de euros nos últimos três anos, entre salário e bónus enquanto Stephen Green recebeu 14,8 milhões de libras.

“As reformas são totalmente parte do pagamento total e cabe aos accionistas intervirem”, disse Peter Braendle que detém acções BBVA e Santander.

O BBVA vai enfrentar protestos de pagamentos de reformas na assembleia geral de accionistas de hoje, já que o debate será em torno do futuro dos benefícios da Segurança Social de Espanha devido ao seu défice orçamental.

Ver comentários
Outras Notícias