Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reformas de antigos gestores do BCP limitadas aos salários da actual gestão

Jardim Gonçalves, cuja reforma representará encargo anual de dois milhões de euros, foi o único ex-gestor que não aceitou acordo. Banco recorreu para tribunal.

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 28 de Outubro de 2010 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 11
  • ...
Os antigos administradores do Banco Comercial Português que estão reformados aceitaram equiparar as suas pensões de reforma aos salários máximos dos administradores que estão em funções, à excepção de Jorge Jardim Gonçalves. Um acordo que permitirá ao banco poupar 1,5 milhões de euros por ano, de acordo com os cálculos do Negócios.

"Não há impacto nas contas de Setembro e o impacto que haja no futuro não é materialmente significativo face à situação líquida de 6,8 mil milhões de euros do banco. Mas era um assunto que estava em aberto e que está à beira de ser encerrado", limitou-se a afirmar o presidente do BCP, Carlos Santos Ferreira, na apresentação dos resultados dos primeiros nove meses do ano.











logo_empresas

Ver comentários
Saber mais BCP Jardim Gonçalves
Outras Notícias