Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reguladores dos EUA acusam Allen Stanford de "fraude massiva"

Os reguladores norte-americanos acusaram R. Allen Stanford de estar a conduzir uma "fraude massiva", enquanto vendia cerca de 8 mil milhões de dólares em certificados de depósitos na Stanford International Bank.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2009 às 18:36
  • Partilhar artigo
  • ...
Os reguladores norte-americanos acusaram R. Allen Stanford de estar a conduzir uma “fraude massiva”, enquanto vendia cerca de 8 mil milhões de dólares em certificados de depósitos na Stanford International Bank.

A SEC, a entidade reguladora dos EUA, refere que o Stanford International Bank reclamou, “sem sustentar”, a sua habilidade de gerar retornos “seguros” de mais de 10% e iludiu os clientes quanto à exposição ao alegado esquema de Bernard Madoff, segundo a Bloomberg.

“Nós estamos a alegar uma fraude de magnitude chocante que espalhou os seus tentáculos pelo mundo”, afirmou Rose Romero, uma das directoras da SEC, segundo a agência noticiosa norte-americana.

A autoridade já investigava a empresa de investimento desde, pelo menos, o Verão, tendo esta sido intensificada após Madoff ter sido preso em Dezembro.

Ver comentários
Outras Notícias