Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

REN pretende incluir Estados Unidos no "roadshow" da privatização

Presidente da REN, Rui Cartaxo, garante que a empresa está preparada para fazer a operação e diz estar confiante de que a modalidade da venda será "compatível com a criação de valor para a empresa". Veja aqui o vídeo.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O presidente da REN – Redes Energéticas Nacionais, Rui Cartaxo, não teve ainda indicações do Estado, maior accionista da empresa, de quando avançará a privatização, mas desde já o gestor defende que o "marketing" da operação deverá incluir o mercado norte-americano.

"À partida tencionamos incluir o mercado dos Estados Unidos no marketing da operação, ao contrário do que se fez no IPO, que foi só na Europa", afirmou o presidente da REN na conferência de apresentação dos resultados do primeiro semestre.

Rui Cartaxo não quis fazer qualquer sugestão sobre o modelo de venda dos 51,1% que o Estado detém na empresa, dizendo apenas ter "confiança de que vai ser escolhida uma modalidade compatível com a criação de valor para a empresa".

Referindo que o calendário da privatização é uma decisão que "compete exclusivamente ao Governo" (sendo que o Executivo apenas indicou pretender avançar com a operação neste terceiro trimestre), Rui Cartaxo afirmou que a empresa está preparada. "A nós o que nos cabe é estarmos preparados para fazer a operação, e isso estamos", disse o CEO da REN.





Ver comentários
Outras Notícias