Desporto Rescisões ainda podem custar 6,8 milhões à SAD do Sporting

Rescisões ainda podem custar 6,8 milhões à SAD do Sporting

As rescisões unilaterais dos jogadores Daniel Podence, Gelson Martins, Rafael Leão e Ruben Ribeiro, na sequência das agressões de que foram alvo na Academia de Alcochete, poderão significar um custo de 6,8 milhões de euros para a Sporting SAD.
Rescisões ainda podem custar 6,8 milhões à SAD do Sporting
Pedro Simões
Pedro Curvelo 09 de novembro de 2018 às 21:13

As rescisões unilaterais dos jogadores Daniel Podence, Gelson Martins, Rafael Leão e Ruben Ribeiro, na sequência das agressões de que foram alvo na Academia de Alcochete, poderão significar um custo de 6,8 milhões de euros para a Sporting SAD.

Os quatro jogadores alegaram justa causa para rescindirem os respectivos contratos, encontrando-se todos estes processos em litígio judicial.


Segundo o prospecto da emissão obrigacionista da SAD "leonina" divulgado esta sexta-feira, caso "as instâncias competentes declararem verificada a justa causa para a resolução unilateral operada pelos jogadores, a Sporting SAD poderá ser condenada no pagamento de indemnizações" que poderão ascender a cerca de 6,8 milhões de euros.


O cálculo das indemnizações é de 830 mil euros no caso de Daniel Podence e de 3,45 milhões de euros no que respeita a Gelson Martins.


Em contrapartida, a SAD reclama indemnizações no valor de 60,45 milhões de euros, no caso de Podence, de 105,1 milhões relativamente a Gelson Martins, de 45,3 milhões respeitantes a Rafael Leão e de 62,2 milhões quanto a Ruben Ribeiro.




pub