Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados da Intel e Yahoo superam previsões

A Intel e a Yahoo anunciaram ontem à noite dos seus resultados do primeiro trimestre, que saíram acima das previsões dos analistas, diminuindo assim os receios no mercado de que os resultados das empresas reflectiam um abrandamento na procura. As acções d

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 20 de Abril de 2005 às 09:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Intel e a Yahoo anunciaram ontem à noite dos seus resultados do primeiro trimestre, que saíram acima das previsões dos analistas, diminuindo assim os receios no mercado de que os resultados das empresas reflectiam um abrandamento na procura. As acções das duas companhias subiam suportando a subida das bolsas.

Na semana passada e na segunda-feira as bolsas mundiais registaram quedas, com os investidores a avaliarem os resultados de várias empresas, que foram decepcionantes e sugeriam um abrandamento na economia e da actividade empresarial.

Os números ontem anunciados pela Intel e pela Yahoo parecem desmentir este cenário, pois as companhias apresentaram resultados que agradaram aos analistas, estando as suas acções a valorizarem, suportando a subida das praças europeias.

A Intel, que é maior produtora mundial de «chips», disse que os resultados líquidos do primeiro trimestre aumentaram 25%, para 2,15 mil milhões de dólares, enquanto as receitas totalizaram 9,43 mil milhões de dólares, mais 17% que no período homólogo.

Ambos os valores superaram as previsões dos analistas e a Intel elevou a sua previsão para a margem bruta de 2005. A companhia beneficiou com o aumento da procura dos «chips» centrino usados nos computadores portáteis, bem como pelo facto de as suas fábricas estarem a operar perto da sua capacidade máxima.

Já a Yahoo, dona do site mais visitado do mundo, anunciou que os lucros do primeiro trimestre mais que duplicaram para 204,6 milhões de dólares. As receitas aumentaram 55% para um valor recorde de 1,17 mil milhões de dólares. O resultado líquido por acção foi de 14 cêntimos, acima dos 11 cêntimos aguardados pelos analistas.

Para este ano a companhia elevou as suas previsões de receitas, pois está a conseguir aumentar a publicidade e subir os preços.

As acções da Yahoo e da Intel reagiram com ganhos aos resultados apresentados, e hoje as bolsas europeias seguiam a valorizar, suportadas pelas tecnológicas. Os futuros sobre o Nasdaq apreciavam 0,56%, indiciando uma abertura a subir em Wall Street.

Outras Notícias