Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Revendedores de combustíveis ameaçam não aceitar cartões de pagamento

Os revendedores de combustíveis admitem suspender temporariamente a aceitação de pagamentos nas bombas de gasolina com cartões de débito e crédito. Em protesto contra as taxas praticadas pela Unicre.

Negócios negocios@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 10:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A ANAREC – Associação Nacional de Revendedores de Combustíveis admite propor aos seus associados não aceitarem, temporariamente, pagamentos com cartões de débito e crédito. Uma ameaça que já foi feita noutras ocasiões.

Em comunicado, a associação contesta as taxas cobradas pela Unicre nesses pagamentos e, por isso, diz "estar a ponderar propor aos seus associados a suspensão temporária da aceitação de pagamentos com cartões de débito e crédito". A ANAREC lembra que a taxa de 50 cêntimos cobrada aos clientes reverte para a instituição báncária emissora do cartão e não para os revendedores.
"No final do último ano, após ter sido confrontada com a intenção da Unicre em aumentar os valores a cobrar em 2012, a ANAREC reuniu com a instituição e alertou e sensibilizou para a grave crise económica, sem precedentes, que a rede nacional dos postos de abastecimento enfrenta, considerando inoportuna qualquer alteração no valor das taxas cobradas", diz a associação em comunicado, dizendo ter havido disponibilidade por parte da Unicre para rever a proposta. No entanto, isso não aconteceu, acrescenta a ANAREC.

Além de estar a estudar a possibilidade de não aceitar pagamentos com cartões, a ANAREC volta a acenar com a intenção de apresentar queixa junto da Autoridade da Concorrência.

Ver comentários
Saber mais combustíveis revendedores cartões de crédito débito unicre
Mais lidas
Outras Notícias