Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ricardo Salgado: "Os gregos têm sido um aspecto muito negativo"

O presidente do BES não acredita que nenhum país vá deixar a moeda única, apesar do comportamento que a Grécia tem adoptado. Veja aqui o vídeo.

João Carlos Malta joaomalta@negocios.pt 12 de Janeiro de 2012 às 17:45
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
Ricardo Salgado, presidente do BES, considera que nenhum país quer deixar o euro. Porém, lamentou o comportamento da Grécia e reconhece que “os gregos têm sido um aspecto muito negativo e que não exemplifica o que é a Europa”. Durante a conferência “Made in Portugal”, Ricardo Salgado volta a apontar que a Europa enfrenta “uma escassez de liquidez”. E, para o responsável, exemplo disso é o facto do sistema bancário europeu estar a depositar elevados montantes junto do Banco Central Europeu (BCE) em vez de os bancos estarem a emprestar entre si. “Isto revela que o sistema bancário europeu não está a funcionar. Não são só os portugueses” frisou.

Para Ricardo Salgado, presidente do BES, no que diz respeito ao desenvolvimento económico mundial, há disparidades em termos de geografias. O responsável comparou à situação “às marés”: “Os países emergentes estão a subir. A Europa e os EUA estão a meter água. Estamos num processo de desenvolvimento em que há vencedores e vencidos”.

Exportar é uma necessidade, apontou ainda Ricardo Salgado. Porém, o responsável considera que “as PME não estavam preparadas para a internacionalização” em particular fora da Europa, onde as regras são, habitualmente, diferentes das praticadas no “Velho Continente”. Neste sentido, o presidente do BES revelou que quando lhe dizem que Portugal é um país periférico, o responsável aponta que é também “o que está mais próximo da América Latina” e bastante próximo de África que são geografias em crescimento.

Ainda assim, Ricardo Salgado aponta a necessidade de “modernizar os portos”, “modernizar a rede ferroviária para o interior da Europa”. Por isso, concluiu a sua intervenção dizendo “temos um enorme potencial, não podemos é baixar os braços”.
Ver comentários
Saber mais Ricardo Salgado BES Grécia Europa
Outras Notícias