Banca & Finanças Rui Machete: “Tenho uma conduta que considero completamente isenta de crítica”

Rui Machete: “Tenho uma conduta que considero completamente isenta de crítica”

O agora ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, diz não saber porque lhe foram vendidas acções da SLN a um preço inferior ao que foi pedido à maioria dos accionistas da empresa. E rejeita que tenha tido qualquer comportamento que possa ser alvo de críticas em termos de actos ilícitos ou de falta de ética.
Rui Machete: “Tenho uma conduta que considero completamente isenta de crítica”
Pedro Catarino/Correio da Manhã
Negócios 02 de agosto de 2013 às 11:07

O “Público” noticiou esta sexta-feira que Rui Machete comprou 25,5 mil títulos da SLN, dona do BPN, a 1,00 euro por título, que mais tarde vendeu ao BPN por 2,5 euros, o que corresponde a um ganho de 150%.

 

Esta informação foi confirmada pelo próprio responsável, que rejeita que tenha feito qualquer negócio com as acções da SLN com a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), enquanto era seu presidente. “É uma coisa que não se faz, e eu não fiz”, afirma em declarações à Rádio Renascença.

 

Questionado como explica que tenha comprado as acções a 1 euro quando a maioria dos accionistas comprou, na altura, a 1,80 euros, Rui Machete diz “não fazer ideia” a quanto é que outros investidores compraram acções da empresa, mas “foi o preço que me pediram. Foi o preço que eu paguei.”

 

O ministro, que substitui Paulo Portas na pasta dos Negócios Estrangeiros, diz não temer que este caso afecte o Governo, considerando que nunca fez “nada que considere de errado.”

 

“Tenho uma conduta que considero completamente isenta de crítica no sentido de praticar actos ilícitos ou mesmo eticamente condenáveis”, acrescenta.

 

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI