Banca & Finanças Santander vende 6 mil milhões em imóveis e deixa herança tóxica do Popular

Santander vende 6 mil milhões em imóveis e deixa herança tóxica do Popular

Ainda que não confirme, o Santander está a preparar a venda de uma carteira de 6 mil milhões de euros em activos imobiliários. Pode haver uma parceria com o comprador, como aconteceu com a Blackstone no ano passado.
Santander vende 6 mil milhões em imóveis e deixa herança tóxica do Popular
Reuters
Negócios 09 de julho de 2018 às 15:54

O Santander colocou à venda um conjunto de imóveis avaliado em 6 mil milhões de euros. O objectivo é fechar a operação este mês. A concretizar-se, é praticamente colocado um ponto final na herança imobiliária tóxica herdada com a compra do Popular. Estas são informações transmitidas pela agência Efe.

 

A carteira, denominada Apple, não é o primeiro bloco de activos imobiliários que sai do balanço do Santander.


No ano passado, o banco presidido por Ana Botín já tinha vendido o controlo sobre uma carteira de 30 mil milhões de euros aos americanos da Blackstone.

 

O Santander criou uma parceria com a Blackstone, onde manteve 49% do capital. A Efe indica que as suas fontes, não identificadas, acreditam que é provável que os moldes sejam idênticos na nova operação. O que permite que os activos deixem de consolidar nas contas do banco. 

 

O grupo espanhol não quis fazer comentários. A agência revela que o objectivo do banco é fechar a operação este ano.

 

O Santander comprou, por 1 euro, o Popular no âmbito de uma medida de resolução, uma transacção que teve efeitos em Portugal, já que o Popular Portugal passou também a integrar o Santander Totta.





Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI