Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Satélites chineses com tecnologia portuguesa já chegaram ao espaço

A Tekever foi a responsável por desenvolver a tecnologia que vai permitir a estes três microssatélites enviarem a informação recolhida em tempo real para a Terra.

Miguel Baltazar
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 25 de Setembro de 2015 às 13:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os satélites chineses com tecnologia portuguesa já estão em órbita. Estes satélites contam com tecnologia da companhia Tekever naquela que foi a primeira parceria luso-chinesa no sector aeroespacial.

O lançamento da missão espacial chinesa Tianwang-1 foi feita na madrugada desta sexta-feira, 25 de Setembro, a partir do Centro de Lançamento de satélites de Jiuquan na China.

"É a primeira vez que uma empresa portuguesa consegue estabelecer uma parceria comercial com uma entidade chinesa na área de espaço, um dos países que mais tem investido na exploração tecnológica e espacial ultimamente", afirmou em comunicado o administrador da Tekever, Ricardo Mendes (na foto).

A Tekever foi a responsável por desenvolver a tecnologia que vai permitir a estes três microssatélites enviarem a informação recolhida em tempo real para a Terra, a 500 quilómetros de distância.

A companhia portuguesa desenvolveu a tecnologia Gamalink que permite substituir vários sistemas de comunicação e que por isso poupa espaço, peso e energia, algo essencial em satélites com cerca de três quilos.

"O contributo da Tekever é central para o sucesso da missão uma vez que será a tecnologia Gamalink que vai viabilizar que os três satélites funcionem em conjunto. É a nossa tecnologia que faz com que os três satélites comuniquem e interajam", segundo o administrador.

Estes satélites vão ser lançados com vários objectivos, entre os quais ambientais, como monitorizar as calotas polares, as massas de gelo, conforme explicou Ricardo Mendes em entrevista ao Negócios em Julho.

Outro objectivo é recolher informação de navios e aviões nas regiões polares, um local onde as comunicações dos aviões são mais difíceis devido ao grau da curvatura da Terra e pela distância face à Terra.
Ver comentários
Saber mais Tekever China satélites Gamalink Portugal agência espacial chinesa
Outras Notícias