Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Satya Nadella: "Já vimos grandes sucessos e temos vontade de ver muitos mais"

"Sinto-me honrado". Foi assim que Satya Nadella, o novo presidente-executivo da Microsoft, se dirigiu aos milhares de funcionários da gigante norte-americana. O gestor substituirá Steve Ballmer, à frente da tecnológica.

Microsoft
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 04 de Fevereiro de 2014 às 17:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

No dia que foi nomeado CEO da Microsoft, Satya Nadella (na foto) enviou um email aos funcionários. Neste responde a quatro questões: "Quem sou eu?", "Por que estou aqui?", "Por que estamos aqui?" e "O que vamos fazer a seguir?".  

 

Satya Nadella começa, porém, por deixar palavras elogiosas aos seus antecessores no cargo, Bill Gates e Steve Balmer. "Steve e Bill transformaram uma ideia numa das maiores e mais admiradas empresas do mundo. Tenho a honra de ter trabalhado de perto com ambos nos vários cargos que fui desempenhado na empresa. Agora, que assumi o cargo de CEO pedi a Bill que dedicasse mais tempo à empresa, na área de tecnologia e produtos."

 

Satya Nadella, de 46 anos, recorda nesta carta que "já viu muitos sucessos" nesta empresa mas

O melhor trabalho acontece quando sabemos que não é só trabalho, mas algo que pode melhorar a vida das pessoas e essa é uma oportunidade para esta empresa.
 
Satya Nadella
Novo CEO da Microsoft

manifesta o desejo de ver "muitos mais". Há 22 anos na Microsoft, recorda Nadella, o gestor recorda que escolheu a  Microsoft "porque acreditava que era a melhor", e que "não havia outra melhor" e "é essa inspiração que me traz hoje aqui".

 

"A nossa indústria não respeita a tradição, só a inovação”, diz Nadella. Na sua visão, este é um "momento crítico" para a indústria e para a Microsoft.

 

E desvenda um pouco dos seus objectivos: "O nosso trabalho é assegurar que a Microsoft irá prosperar no negócio móvel e também no negócio 'cloud'".

 

Um gestor curioso e com vontade de aprender 

 

Nadella partilha também um pouco da sua vida pessoal. O gestor com 46 anos está casado há 22 e tem três filhos. Admite que é curioso e que está sempre pronto para aprender mais. "Compro mais livros do que aqueles que consigo acabar de ler e inscrevo-me em mais em cursos online do que aqueles que eu consigo terminar."

 

Para o gestor, "se não estamos a aprender algo, paramos de fazer coisas grandes e úteis para sociedade." Assim, "família, curiosidade e vontade de aprender definem-me".

 

E como todos na Microsoft, pensa Nadella, o gestor está na empresa "para mudar o mundo através da tecnologia". E na próxima década, acrescenta, "a computação tornar-se-á mais ubíqua e fará cada vez mais parte do ambiente".

 

"A nossa missão era colocar um computador em cada secretária", diz Nadella, recordando a máxima de Bill Gates, "agora o nosso foco é alargarmos o leque de dispositivos".

 

"Continuamos a ser a única empresa a ter o poder do software que passa para todos os dispositivos e serviços que permitem dar força a todas as pessoas e a cada organização", sublinha o novo CEO, acrescentando que a Microsoft "é a única empresa com história que continua focada a criar plataformas e ecossistemas que oferecem oportunidades".

 

E nessa medida, o futuro da Microsoft passa por "prioritizar a inovação que está centrada no nosso valor". Para isso, o novo CEO acredita que cada um "pode fazer mais". "O melhor trabalho acontece quando sabemos que não é só trabalho, mas algo que pode melhorar a vida das pessoas e essa é uma oportunidade para esta empresa", conclui Satya Nadella.

Ver comentários
Saber mais Bill Gates Satya Nadella Microsoft Steve Ballmer John Thompson
Outras Notícias