Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

SCH diz lucros aumentam 21% até Setembro; reduz previsões anuais

Os lucros do Santander Central Hispano cresceram 21% entre Janeiro e Setembro deste ano, abaixo do estimado pelos analistas, com o banco a rever em baixa os suas previsões para este ano, devido à instabilidade dos mercados.

João Mata 29 de Outubro de 2001 às 09:49
Os lucros do Santander Central Hispano (SCH) cresceram 21% entre Janeiro e Setembro deste ano, abaixo do estimado pelos analistas, com o banco a rever em baixa os suas previsões para este ano, devido à instabilidade dos mercados, anunciou hoje a instituição bancária.

O SCH registou resultados líquidos de 1,99 mil milhões de euros (399 milhões de contos) nos primeiros nove meses do ano, face aos 1,64 mil milhões de euros (329 milhões de contos) registados no período homólogo.

Os lucros alcançados nos primeiros nove meses deste ano foram inferiores aos estimados pelos analistas, cujas previsões apontavam para lucros superiores a 2,1 mil milhões de euros (421 milhões de contos).

Os resultados líquidos relativos apenas ao terceiro trimestre deste ano foram de 611 milhões de euros (122,5 milhões de contos), mais 0,5% que no mesmo período do ano passado.

A instituição bancária espanhola, que consolida as suas actividades em Portugal através do Banco Totta & Açores (BTA) reviu em baixa as suas estimativas de crescimento dos lucros em 2001, dos anteriores 26% para os 21%.

Na base desta decisão esteve a «instabilidade dos mercados financeiros e a incerteza acerca do crescimento mundial» após os atentados de 11 de Setembro contra os Estados Unidos (EUA), segundo um comunicado do SCH.

As acções do SCH seguiam a perder 3,64% para os 9 euros (1.804 escudos), em Lisboa, e a recuar 3,24% para os 8,95 euros (1.794 escudos), em Madrid.

.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio