Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Schnellecke suspende "lay-off" de 650 trabalhadores até Setembro

A Schnellecke, que emprega 650 trabalhadores em Palmela, decidiu suspender o lay-off que tinha anunciado ainda há duas semanas. Em Setembro voltaremos a analisar a situação , garante a empresa.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 17:53
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
“Para já, a questão do ‘lay-off’ na Schnellecke fica suspensa. Encontrámos outra solução em colaboração com as Comissões de Trabalhadores”, adianta, sem pormenorizar, Fernando Oliva, director-geral da empresa. “Todavia, e devido à continuada incerteza do mercado, em Setembro voltaremos a analisar a situação”, conclui o gestor da subsidiária portuguesa do grupo alemão.

A suspensão do “lay-off” nesta fornecedora da Autoeuropa ocorre duas semanas depois de o mesmo Fernando Oliva ter confirmado a intenção da empresa de recorrer a este instrumento para garantir os 650 postos de trabalho. Isto para fazer face às paragens de produção do seu maior cliente. “Propomos um ‘lay-off’ de meio ano que nos permite reagir a eventuais ‘down days’ da parte do cliente”, afirmou então Fernando Oliva. O processo fica agora suspenso até Setembro.

A Autoeuropa anunciou recentemente uma paragem adicional de 20 a 24 Agosto, o que perfaz um total de 21 “down days” (dias de não produção), desde o início do ano, na fábrica de automóveis de Palmela.

Ver comentários
Saber mais Schnellecke Autoeuropa lay-off
Outras Notícias