Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Se a operação fosse hoje mais de metade dos accionistas da PT venderia"

O administrador da Sonaecom Luís Reis reafirmou hoje à Lusa a convicção de que a contrapartida de 9,50 euros é atractiva para os accionistas da Portugal Telecom (PT), acrescentando que se a operação se realizasse hoje "mais de metade" venderia.

Negócios com Lusa 21 de Dezembro de 2006 às 14:25
  • Partilhar artigo
  • ...

O administrador da Sonaecom Luís Reis reafirmou hoje à Lusa a convicção de que a contrapartida de 9,50 euros é atractiva para os accionistas da Portugal Telecom (PT), acrescentando que se a operação se realizasse hoje "mais de metade" venderia.

"Se a operação fosse hoje, estamos firmemente convencidos de que mais de metade dos accionistas da PT venderia", disse Luís Reis à agência Lusa, recordando, no entanto, que a Sonaecom necessita apenas de conseguir 50% mais uma acção da PT.

Sobre os contactos da Sonaecom com accionistas da referência da PT, Luís Reis, admitiu que, "desde o início do processo" a empresa tem mantido "contactos informais com todas as partes envolvidas no processo", mas recusou confirmar que tenha existido "qualquer abordagem formal".

Relativamente à assembleia-geral necessária à desblindagem dos estatutos da PT que limitam as participações na empresa a apenas 10% dos direitos de voto, o responsável frisou que a Sonaecom está "absolutamente segura e tranquila de que existem accionistas dispostos a convocá-la".

"É do interesse dos accionistas que essa assembleia se realize, mas também é verdade que o presidente da PT já disse que estará na disposição de convocá-la", recordou Luís Reis.

Outras Notícias