Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sector terciário lidera criação de «empresas na hora»

O sector terciário liderou, com 294 empresas, o número de pedidos para a constituição de «empresas na hora», mecanismo lançado pelo Governo, em vigor desde o dia 14 de Julho. Desde o arranque das «empresas na hora», foram já constituídas 379 sociedades.

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 01 de Setembro de 2005 às 20:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O sector terciário liderou, com 294 empresas, o número de pedidos para a constituição de «empresas na hora», mecanismo lançado pelo Governo, em vigor desde o dia 14 de Julho. Desde o arranque das «empresas na hora», foram já constituídas 379 sociedades.

O comércio por grosso destaca-se dentro deste sector de actividade, com 70 processos (18,2%) entrados nos serviços adjacentes ao Ministério da Economia e Inovação.

Do lado da indústria extractiva não se registou o lançamento de qualquer novo negócio, revelam os dados da tutela. O sector da investigação e do desenvolvimento apenas acolheu duas novas sociedades, sendo que foram criadas 15 empresas relacionadas com actividades informáticas.

A maioria dos pedidos (26,4%) surge na capital, somando um total de 100 empresas criadas até ao dia 26 de Agosto, data dos últimos dados disponíveis.

Desde o arranque das «empresas na hora» foram constituídas 379 sociedades, que em termos de tipo de sociedade, destacam-se as sociedades por quotas, com 240 processos (63,3%).

A medida, aprovada em Conselho de Ministros na primeira semana de Julho, encontra-se em funcionamento desde o dia 14 desse mês, nas conservatórias do Registo Comercial de Aveiro, Coimbra, Moita e Barreiro e nos centros de Formalidades de Empresas de Aveiro e Coimbra.

Até ao final do próximo ano, o Governo de José Sócrates espera poder alargar a constituição de «empresas na hora» através da Internet, intenção anunciada pelo primeiro-ministro no dia do arranque do projecto, em Coimbra.

Outras Notícias