Empresas Semapa adquire 50% da Supremo Cimentos por 290 milhões de reais

Semapa adquire 50% da Supremo Cimentos por 290 milhões de reais

A Semapa e a Secil, através da sua participada brasileira, celebraram um contrato com vista à aquisição de 50% da empresa brasileira Supremo Cimentos. Com esta aquisição, as empresas passam a "deter indirectamente a totalidade do capital social da Supremo".
Semapa adquire 50% da Supremo Cimentos por 290 milhões de reais
Sofia A. Henriques
Negócios 29 de abril de 2015 às 19:46

"A nossa participada de direito brasileiro, N.S.O.S.P.E. Empreendimentos e Participações, detida em conjunto pela Semapa e pela Secil - Companhia Geral de Cal e Cimento, celebrou um contrato com vista à aquisição da participação de 50% do capital social da sociedade de direito brasileiro Supremo Cimentos detida por terceiros", revelou a Semapa em comunicado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, acrescentando que com "esta aquisição a Semapa e a Secil passarão a deter indirectamente a totalidade do capital social da Supremo".

 

A aquisição ascende a 290 milhões de reais (cerca de 90,9 milhões de euros) e está dependente "da verificação de um conjunto de condições precedentes usuais em operações similares"

 

A Supremo, sedeada no Sul do Brasil, no Estado de Santa Catarina, concluiu, recentemente, a construção de uma nova fábrica integrada de clínquer e cimento, em Adrianópolis, no Estado do Paraná.

 

"Com o início de actividade desta nova unidade produtiva, que começou agora a operar, a totalidade da capacidade de cimento instalada da Supremo atinge os dois milhões de toneladas", refere o mesmo comunicado. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI