Empresas Sérgio Monteiro: “Silva Rodrigues tomou decisões que se comprovou não serem as mais adequadas”

Sérgio Monteiro: “Silva Rodrigues tomou decisões que se comprovou não serem as mais adequadas”

O secretário de Estado dos Transportes elogiou o ex-gestor, demitido na sequência da polémica dos contratos swaps, lembrando que a decisão foi tomada pelo Governo por unanimidade.
Sérgio Monteiro: “Silva Rodrigues tomou decisões que se comprovou não serem as mais adequadas”
Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo 18 de setembro de 2013 às 16:49

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro,  elogiou esta quarta-feira o antigo presidente da Carris e do Metro de Lisboa, Silva Rodrigues, que foi demitido em Junho devido à polémica dos contratos 'swaps', pelo equilíbrio operacional conseguido nas contas da empresa de transportes públicos.

 

Nas comemorações dos 141 anos da Carris, o responsável sublinhou que “a decisão que Governo tomou sobre a quebra de confiança para gerir se prendeu com decisões tomadas, que, comprovadamente, tiveram como resultado um risco maior.

 

Relativamente aos swaps, Sérgio Monteiro fez questão de frisar que “quando são normais não são instrumentos desadequados a uma gestão eficaz”. No entanto, no caso da gestão de Silva Rodrigues, “houve duas decisões que se provaram não ser adequadas”.

 

A decisão de demitir Silva Rodrigues, “tomada unanimemente pelo Governo”,  ficou a dever-se a dois contratos ‘swaps’ considerados altamente especulativos.

 

Sérgio Monteiro afirmou ainda que a rescisão de contratos decidida pelo Governo foi feita após “um julgamento objectivo sobre o tipo de contratos e as taxas de juro”, que, nalguns casos, disse, chegam a 42%.

 

O secretário de Estado elogiou ainda a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, considerando que foi ela que “teve coragem”.




pub