Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Serviços mínimos da CP quase só para horas de ponta

Durante as horas de menor afluência, são raros os serviços mínimos garantidos nos comboios da CP. Os transportes ferroviários começam a ser afectados na terça-feira, com previsão de atrasos e supressões no final do dia. O mesmo deverá acontecer ainda no início de quinta-feira.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 12 de Novembro de 2012 às 19:05
  • Partilhar artigo
  • ...
Costumam sair, a um dia de semana normal, 17 comboios da estação de Cascais com direcção ao Cais do Sodré, em Lisboa. Na próxima quarta-feira, os serviços mínimos decretados para este dia de greve geral definem a saída de apenas quatro carreiras.

Este é um dos serviços mínimos estabelecidos pelo tribunal arbitral do Conselho Económico Social para a próxima quarta-feira, 14 de Novembro, dia da greve geral convocada pela CGTP, já que a CP prevê a “supressão da maioria dos comboios”.

A ligação entre Cascais e o Cais do Sodré é apenas uma dos transportes urbanos de Lisboa que será afectada pela greve, mas há vários serviços mínimos definidos para ligações urbanas do Porto e também para o intercidades ou para o serviço regional, de acordo com o comunicado disponível no portal oficial da CP.

Grande parte dos serviços mínimos garantidos centra-se nas horas de ponta, sendo que a maioria dos comboios deverá estar paralisada entre as 10h e as 17h, já que são quase inexistentes as viagens previstas para esse horário.

Não se efectuam os serviços internacionais Sud Expresso e Lusitância Comboio Hotel, indica ainda transportadora ferroviária no comunicado.

O impacto da paralisação de 14 de Novembro começa a sentir-se já dia 13 de Novembro, terça-feira. A CP espera “atrasos e supressões” no final do dia “em todos os serviços”. O mesmo deverá acontecer no período da manhã de quinta-feira, 15 de Novembro.

Apesar dos serviços mínimos decretados, a CP alerta que não pode garantir a sua “plena realização”. Não serão definidos transportes alternativos.

Além da CP, a Carris e a Trastejo/Soflusa têm definidos serviços mínimos. O Metro de Lisboa irá, por sua vez, encerrar.


Ver comentários
Saber mais CP transportes greve geral comboios
Outras Notícias