Empresas “Shopping” paga 50% de nova estação do Metro do Porto

“Shopping” paga 50% de nova estação do Metro do Porto

A Metro do Porto aprovou a construção de uma nova estação, a de Modivas Norte, junto ao centro comercial The Style Outlets, em Vila do Conde. Orçada em 1,2 milhões de euros, a obra será comparticipada em 50% pelo “shopping”.
“Shopping” paga 50% de nova estação do Metro do Porto
Paulo Duarte/Negócios
Rui Neves 01 de julho de 2016 às 13:34

A estação de Modivas Norte, junto ao centro comercial The Sytle Outlets (antigo Nassica), em Vila do Conde, fazia parte do desenho inicial da rede do metro do Porto, mas só agora é que deverá sair do papel.

A administração da Metro do Porto aprovou a construção da Estação Modivas Norte, que faz parte da Linha Vermelha (C) da rede, e "vai agora solicitar ao Governo autorização para o lançamento do concurso público", revelou a empresa, em comunicado enviado às redacções.

A obra, que está orçada em 1,2 milhões de euros e foi objecto de um protocolo entre a Metro do Porto, a Câmara de Vila do Conde e os gestores do The Style Outlets , será comparticipada em 50% pelo promotor do "shopping".

Contas feitas, o investimento a cargo da Metro do Porto ronda os 600 mil euros. A empreitada engloba também a construção de acessos pedonais de ligação à zona comercial.

"Os estudos económicos e de procura desenvolvidos apontam para a recuperação do investimento num prazo máximo estimado de 12 meses após a entrada em operação comercial desta estação de superfície, que, prevê-se, originará um aumento superior a um milhão de validações anuais na rede", garante a empresa gestora da rede de metropolitano do Porto.

Ainda segundo a mesma fonte, "as 4,3 milhões de visitas anuais registadas pelo ‘outlet’ de Vila do Conde e os cerca de mil funcionários que ali trabalham diariamente são indicadores favoráveis ao avanço da nova estação, não apenas do ponto de vista económico, mas também ambiental".

Actualmente, "cerca de 97% das deslocações até ao ‘outlet’ são realizadas em automóvel".

A construção desta estação de metro deveria ter sido executada em 2012, mas no final do ano anterior, por indicação do Governo, o projecto foi suspenso quando apenas faltava lançar o concurso público.

 


(notícia actualizada às 13:42)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI