Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Siemens decide esta terça-feira se avança com oferta concorrente sobre a Alstom

Conselho de Administração da empresa alemã reúne esta terça-feira para decidir se entra na disputa pela empresa francesa, que tem em cima da mesa uma oferta da norte-americana General Electric.

A carregar o vídeo ...
Alstom Battle Intensifies as Siemens Ponders Bid
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Abril de 2014 às 10:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Siemens está a preparar o lançamento de uma oferta concorrente sobre Alstom, sendo que uma decisão final será tomada pelo Conselho de Administração da empresa alemã numa reunião que terá lugar esta terça-feira.

 

Segundo a Bloomberg, a Siemens impôs ter acesso à mesma informação financeira disponibilizada à General Electric como condição para avançar com uma oferta.

 

A empresa norte-americana já apresentou uma oferta sobre a Alstom, empresa que há 10 anos foi salva pelo Estado francês e que emprega 18 mil pessoas em França. A oferta da General Electric incide sobre os activos de energia da Alstom, que representam mais de 70% das receitas da companhia francesa. Além de fabricar activos para o sector energético, a Alstom está presente na produção de comboios de alta velocidade.

 

A General Electric oferece quase 10 mil milhões em dinheiro pelas operações sendo que segundo a imprensa, a Bouygues, accionista da empresa francesa, está receptiva à oferta da companhia norte-americana.   

 

O interesse da Siemens na Alstom foi noticiado no Domingo e surge depois da empresa alemã ter falhado idêntico negócio em 2004, altura em que a Alstom acabou por receber uma ajuda pública de 2,2 mil milhões de euros, numa iniciativa do então ministro das Finanças francês, Nicolas Sarkozy (que viria mais tarde a ser Presidente de França).

 

A administração da Alstom, que promete uma decisão até quarta-feira, pediu à Siemens que apresentasse uma proposta mais detalhada.

 

Ambas as companhias interessadas na Alstom já reuniram com o Governo francês para detalharem os méritos das suas intenções para a empresa gaulesa. A General Electric argumenta que o seu plano irá resultar num corte de menor dimensão na força de trabalho da Alstom, pois a sobreposição da actividade é mais reduzida. Já a empresa alemã estará a prometer compromissos ao nível da manutenção dos postos de trabalho da companhia francesa.

 

Se conseguir comprar a divisão de energia da Alstom, a Siemens ganhará o estatuto de um dos maiores players mundiais no fabrico de equipamentos para centrais eléctricas. Em contrapartida, daria a possibilidade à França de ter um grande fabricante de ferrovia.         

Ver comentários
Saber mais Siemens General Electric Alstom
Outras Notícias