Empresas SLN Valor processa Joaquim Coimbra para anular contrato de 36 milhões

SLN Valor processa Joaquim Coimbra para anular contrato de 36 milhões

A SLN Valor, maior accionista da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), avançou com um processo judicial contra Joaquim Coimbra (SLN), accionista do grupo, e contra José de Oliveira Costa, antigo presidente, reivindicando a anulação de um contrato que permitiria ao empresário arrecadar 36 milhões de euros com a venda de acções da SLN Valor à própria sociedade.
Maria João Gago 01 de junho de 2010 às 00:01
A SLN Valor, maior accionista da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), avançou com um processo judicial contra Joaquim Coimbra (SLN), accionista do grupo, e contra José de Oliveira Costa, antigo presidente, reivindicando a anulação de um contrato que permitiria ao empresário arrecadar 36 milhões de euros com a venda de acções da SLN Valor à própria sociedade.

Esta iniciativa faz parte de uma série de processos que a "holding" se prepara para interpor com o objectivo de anular contratos de recompra de acções da sociedade firmados por Oliveira Costa quando liderava este universo de empresas, assim como o próprio Banco Português de Negócios.


logo_empresas




Marketing Automation certified by E-GOI